Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Sanidade e Insônia



Lembro do dia que tive que olhar duas vezes, para ver que você era real
Lembro do dia que achei que uma tempestade não poderia mudar minha vida
E tive que procurar abrigo pra não morrer de frio.

Você sentou-se ao meu lado e eu perguntei seu nome,
De que músicas gostava e suas opiniões sobre o país,
E o jeito que me sorria, só fazia o leão acordar dentro de mim.

Eu estou perdendo a sanidade, estou ficando louco
Voltei a beber, estou confuso, insônio, culpado

Existe algo em seu modo de falar e andar,
Como se ali houvesse a perfeita ligação entre o mal e o bem,
Como nunca imaginei e sempre desejei, e isso só me dá vontade de gritar

Eu estou perdendo o sono, estou ficando louco
Estou confuso, humano, culpado

Têm estado difícil dormir muito nestes últimos dias
Trabalhar e estudar parecem horas perdidas
E o jeito que você me olha no fundo da alma só me fazem ter certeza
Que tudo tem um motivo, tem uma consequência e uma lição

Eu estou confuso, estou atônito, culpado
Estou perdendo a sanidade, estou ficando louco
Por você.

Nenhum comentário: