Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

sábado, 13 de julho de 2013

Quando existe um laço

Olho para passado e o que vejo são sombras.
Perspectivas fracassadas.
Promessas em vão.
Amores perdidos.

Quantas são as artimanhas do destino?
O futuro tende a mudar toda vez que insisto em visualiza-lo. Somos sempre crianças tolas querendo brincar de sermos felizes, achando que existe algo que durará por toda a existência. Mal darmos conta de que somos tão virgens das angustias. Sempre estamos inacabados. Sempre faltará algo.

Certas coisas só permanecem enquanto nosso sentimento existe.
Mas você está aqui hoje, como uma centelha de mudança que sempre chega quando menos esperamos.
Uma nova perspectiva. Um fenômeno que deixa o passado nas gavetas das lembranças.

O que tenho para dizer deste laço que nos une hoje?
Quem sabe a melhor resposta seja de que você é um bom presente.





3 comentários:

Fernando Silva disse...

Cara, adorei o texto. Bem singelo, claro e objetivo. Tô vendo uma certa melhora na sua forma de se expressar. Parabéns. ;)

Carlos Filho disse...

haha Obrigado Fernando.
Sabe muito bem que não sou nem um pouco bom em "me expressar", mas tento às vezes.
humano é isso né, errar-adaptar; adaptar-errar.

Sergio disse...

Parabéns pelo texto. Somos todos cheios de vicíos, amores, frustrações, mas estamos sempre correndo atrás de algo que não sabemos o que é, e no final sempre haverá decepções e glórias. A vida é assim, viver, lutar, amar, sofrer, tudo para no final, morrermos. Nunca estaremos satisfeitos.