Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Espero que chova hoje

Nossos sonhos são tão grandes que não cabem num livro.

Ao redor tenho uma multidão,
legiões de pessoas petrificadas pelos nossos corações inóspitos.

O que espero dos outros? O que espero de mim mesmo?
As perguntas voltam para nós como um sinal de que algo merece ser analisado.
O que a gente quer dizer acaba ficando engasgado no meio da garganta, 
sem poder sair.
Somos fracos, e pagamos pelas nossas hesitações ou poucas tentativas.

O tempo passa, os sonhos murcham, 
e eu fico aqui, sem aquela risada calorosa,
sem aquele arrepio gostoso.
Sozinho como um poeta que usa de seus próprios versos para mitigar sua dor. 

Tudo não passa de expectativas, ilusões infantis.

As pessoas não se importam mais por que nós deixamos de nos importar com elas?

Eu bem que queria que estivesse chovendo,
mas a verdade é que não vai chover.
Faz tempo que não cai água de cima para lavar as feridas.
Não chove,
apenas é o céu que continua nublado.



Nenhum comentário: