Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

domingo, 26 de maio de 2013

Cuidado

Viver indeciso é a pior coisa que existe.
Uma falha de nossa própria capacidade de escolher, se é que escolhemos algo.

Precisamos de um desejo para montar nossa vida,
por cima dele.
Não precisamos de mais nada,
apenas um incentivo, algo para seguir em frente.
Uma perspectiva para o futuro, um projeto de vida.

"Não importa o que fazemos se encontramos sentido nisto já estamos salvos! Preciso de um norteio, um sentido para a vida, uma motivação; seja ela qual for."

A angustia não é a minha inimiga, e tolo é quem acha que ser feliz o tempo todo é a resposta. Somos um saco vazio, cujo não existe suprimentos permanentes.
Certas coisas fazem parte de nós, coisas que doem, coisas que nos deixam vulneráveis. Lembro-me da fábula de Higino, do cuidado e angustias que sempre caminharão ao nosso lado. Como parte de existir, como parte de ser-aí.
Mesmo sozinho não estamos desamparados: pense, no mínimo temos dois? Ou isso seria mais uma ilusão e uma fraqueza.

Estou conectado com minha história; Presente, passado e futuro é um único tempo. O meu tempo, a minha vida.
Por isto que digo que Eu não fui, mas eu sou! O que somos no passado interfere no que somos no presente; E o futuro sempre vem primeiro.

É a morte que produz sentido para nossa vida, mas mesmo assim
preciso cuidar de mim.
Preciso me curar, mesmo sabendo do fim.


3 comentários:

Paloma Raphaela disse...

Agora parecemos pensar e acreditar numa realidade particular nossa. Lendo seu texto acabei por me identificar em suas palavras, acabei por fazer parte do todo de suas palavras. Você caro autor, escreveu apenas palavras e eu uma simples leitora, me tornei hoje a pessoa do texto. Você pode transmitir palavras e eu...transmiti emoções...emoções essas que talvez um dia foram suas...

Carlos Filho disse...

"caro autor" é tão distante...
Obrigado pelo seu comentário tão repentino. Eu geralmente lembro de muita gente antes de escrever algo, mas sempre tento remeter as palavras para mim mesmo justante para não parecer que estou atacando alguém. :P

Obrigado pela visita Paloma.

Fernando Silva disse...

Tomar decisões é importante mas tão difícil. Fazer escolhas também. A nossa geração carece um pouco disso do que você coloca no texto. Falta uma motivação maior, algo para lutar. Ainda bem que, como você sabe, eu já encontrei a minha. hehehehehe