Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Vermelho Como: Suas Mãos


Quantas são as vezes que você chora olhando para o céu?

Melhor dizendo, quantas são as mãos que estendem-se em sua direção sempre que você precisa?
Eu vejo tantas mãos,
Mas todas carregando um punhal.

Vez ou outra que encontramos alguém que nos suporte quando caímos, quer seja com intenção ou com um sorriso.
Sorrisos que perco de ver de tanto olhar para baixo.

O que me preocupa não é ter alguém caminhando junto a mim, mas sim se essa pessoa vai continuar ali depois que passarmos pela névoa.
"Hold my hand, my darling".

Eu já não sei qual a cor do meu sangue, muito menos se eu me cortar ainda terei como sangrar. Isso já aconteceu tanto...

Quantas foram as vezes que eu olhei, chorando, para o céu?
E me esqueci de abaixar a cabeça, estender as minhas mãos e olhá-las. Largar o punhal que uso para cortar a mim mesmo, esboçar um sorriso caloroso e segurar forte a mão da pessoa ao meu lado?
É o que vou fazer agora.


Nenhum comentário: