Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Vermelho Como: Fogo


Eu que sempre passei perto de ti e nunca senti,
O que seus olhos fariam quando encontrassem os meus.
Eu não quero complicar as palavras.

Procurando os óculos que caíram no chão,
Não consigo te ver de tão longe.
E de tão perto, não quero nem abrir os olhos.
Como se fosse a primeira vez, a nossa primeira vez, cheia de medo de algo dar errado, cheia de excitação de saber que tudo está dando certo.

Queria eu me desprender um pouco e ir até você, entrelaçar meus dedos em seus cabelos e tirar da minha cabeça tantas dúvidas que me assombram. 
Fazer uma coisa que não me recordo fazer nenhuma vez em meus dias monótonos: Sentir o teu perfume e respirar fundo, sentir o ar fresco fluir por cada parte do meu corpo.

Eu nunca vou descansar, eu nunca vou desistir. Sem choros, sem mágoas, somente o fogo que arde dentro de mim quando a minha boca encontra a tua. Sempre, sempre que eu coloco as minhas mãos em seu rosto e formamos um só.


Nenhum comentário: