Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Uma Música a Mais

O sol.
Me esquentava nas manhãs geladas de julho.
O mesmo sol.
Batia em seu rosto de um jeito maravilhoso.
O sol que nasce,
Eu ainda me lembro, ainda escrevo canções pensando nela.
Recordando de olhos amigos, me atravessando num olhar,
Suores noturnos que não voltam mais.

É o sol que se põe.
Sei que parece uma doença, parece uma obsessão.
Mas o que sentimos para mim foi tão real, tão concreto,
Que é difícil vê-lo desaparecer assim.

Nenhum comentário: