Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Acordes: Cap.1 (Si Menor)

" Á noite eu gostava de andar sozinho, com os pensamentos ora voando livres ora fixados nas estrelas do céu, e em seu cabelo vermelho. [...] "

_____________

No próximo mês teria um festival regional de rock. Feito doidos nós ensaiávamos até nos fins de semana. Estávamos tocando Metal Contra as Nuvens, numa tarde de sábado chuvosa. A música acabou e trouxe com ela um sentimento de vazio. Talvez fosse porque o Leo estava passando por algumas dificuldades. Término de namoro sempre é um problema para se enfrentar entre amigos. Mesmo assim, resolvemos deixar a música um pouco de lado e cada um seguiu seu rumo pra casa.
Naquela noite, já em casa, um grande amigo meu me ligou.
- Fala Edu! Cara, acabei de ler o regulamento no site e uma das regras é cinco integrantes na banda!
Suspirei. Nunca fui de me deixar levar pelo nervosismo.
- É, então tá cara. Valeu aí. - Respondi, sem mais delongas.
Então era isso, além de tudo eu ainda ia ter que procurar mais uma pessoa na banda. É claro que depois de conversar com a galera ninguém queria mais um no seu lugar para incomodar. Fomos atrás de um vocalista, ou melhor, teria que ser mulher.
- Sim, talvez equilibre os vocais da banda, porque essa tua voz de taquara rachada... - Ironizou Carlos. Sempre com suas brincadeirinhas.
A primeira moça que me recordei foi a Paula. Já havia cantado ao lado dela, sua aparência mudada constantemente e suas loucuras espontâneas.
- E aí Paulinha, como está?
- Uhg, bem. Quem é? - No mínimo deveria estar dormindo.
- Sou eu, Eduardo! Quer vir participar do festival do mês que vem conosco?
Ela concordou. No outro dia ela apareceu. Já esperava alguns piercings a mais e o seu cabelo de outra cor, agora ruivo.
- Oi galera, tudo bem? - Ela disse, numa voz de moleca.
Passamos a tarde juntos, ensaiando diferentes tons, diferentes músicas. Ela estava bem melhor do que no passado, e também muito mais bonita. Será que desta vez seria a minha vez de desejar alguém?
Éramos agora os cinco sedentos por sucesso.

5 comentários:

Isie Fernandes disse...

Hum... Bem objetivo. A coisa ainda tá morna, mas, pelo que provei na última história, isso aqui tá prestes a ferver. =)

Tô gostando bastante! Aguardando por mais!

Felipe disse...

Esperar o dia amanhecer é recompensador.

Dr. Sergio disse...

Cara, fico deslumbrado com tamanho o seu dom para escrever. Você, em uma linguagem um pouco mais, Sergio kkk, você é Foda, te adimiro cara. E ai, eu vou entra nessa historia? HSHUA

Renan Pablo disse...

Legal, mas me responde agora, dentre mais de seus 5 mil acordes porque justo o acorde Bm (Si menor) ?

Felipe disse...

@sergio
faaala amigao obrigado cara, eu sei que é só pra me agradar HAUHAUH
não sei se voce ja nao está ahauha com outros nomes, outros rótulos

@renan
curto e grosso, hauhahauah, vide prólogo: a simbologia do titulo vai de cada um ^^ toque o acorde e veja qual sentimento ela te traz