Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Lá vem a Tempestade

E lá vem ela...

A maioria é esmagadora,
Mas a minoria é corrosiva, é hereditária,
E por mais que diminuam em número,
Por mais que calem-se,
Nunca deixarão de existir e lutar.

Mas e depois?
Depois que a vitória chegar, 
O que vamos fazer?
Nós iremos conquistá-la arduamente,
E mesmo que demore,
Não perderemos a força.
Visto que existem dois lados em uma moeda
Ganhar
ou perder.


" Não há nada de errado com o mundo hoje,
Exceto pelas pessoas que o habitam. "

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Poema: A de Acid Rain

" I pay the cost and laugh it off. " Bon Jovi


Pois é,
Quem será eu para duvidar?
Se me rodeiam com o contrário,
E me inundam com meios-fatos,
Quem sou eu para gritar?

Se me dessem um cálice,
Diriam que é um espantalho.
E quem seria eu para duvidar,
Se todos aplaudem afirmativamente, euforicamente?
Se me quebram os dentes, ou
Se me induzem um câncer,
Quem seria eu para reclamar?
Se todos pensam que não há perigo?

Talvez seja eu que sou diferente de todos, ou
Talvez todos sejam diferentes de mim.
Só sei que o problema existe, persiste, está na cara.
E precisa ser resolvido
Agora.
Luta.

Poema: A de Autumnal

" Just close your eyes don't hold it inside you. " Bon Jovi


Céu azul, vermelho sangue,
Castanho, branco da neve, paixão
Cabelos macios, que voam ao vento
E que se modelam conforme sua vontade.

Saudade que corrói, imperfeição que destrói
Eu queria tanto voar!
Saber como é, sentir o vento no rosto,
Enquanto com calma consigo pensar!

Não há pausas, não há paciência
Se sair da linha, não lhe falta discórdia
É grande a demanda por consideração.

Azul cristalino, lábios vermelhos
Sentimentos fortes, que voam pela memória
E que não nos deixam,
Por mais que nossa vontade possa
Gritar.