Neurônio da Semana

Se temos a possibilidade de tornar as pessoas mais felizes e serenas, devemos fazê-lo sempre. - Hermann Messe

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Denomine-se Útil

"Meu coração dança conforme as batidas da bateria de uma música infinita, grandiosa e extremamente feliz."


A humanidade não precisa de mais um falador, um político,
não precisamos de mais um não-seguidor de direitos autorais, de um violador de paciências. Se você acha que é a salvação do planeta, um agente do caos, faça algo de mais útil primeiro antes de auto-denominar títulos a você mesmo.
Se você defende a luta contra a fome, quando surgir a oportunidade dê comida a quem precisa, não dinheiro ou, geralmente, nada.
Se você defende o bem-estar dos animais não mantenha pássaros presos em gaiolas, cuide do seu gato e de seu cachorro.
Se você defende a ética, o caráter e a personalidade páre de falar. Quem é que precisa saber que você quer lutar, salvar, mudar além de você mesmo cara, faça as coisas mudarem, escreva músicas, leve suas ideias até os lares dos teus amigos,  ninguém merece mais um chato, seja útil!

Ninguém joga um jogo chato, ninguém escuta uma música repititiva( tá tem uns loucos ), ninguém dá crédito para quem não tem para si os valores que defende.

O ditado " A primeira aparência é a que fica " não aplica-se a todos os casos, visto que muitos comportam-se cheios de virtudes e respeito em primeiras ocasiões, deixando desleixar-se após alguns encontros.

Tem um ditado que funciona certinho: " Só damos valor para as coisas quando as perdemos ".

Você está se matando só por atenção. Eu por mim gosto de ser lembrado somente com boas memórias. Você pode ser amado de duas formas distintas.

Você quer impacto, quer atenção, para mim parece mais um bebê. É pena que existam vários como você.
Esta não é só uma crítica a alguma pessoa, mas a várias que fazem do sistema um lugar mais monótono e ruim de se viver.

2 comentários:

André disse...

Busque e compartilhe conhecimento!

Todos somos agentes do Caos, Tudo é agente do caos!

Não há necessidade de esforço..

O caos é último

Felipe disse...

Todos nós, sem diferença de credo, cor ou raça.

Não há nada de especial na ocasião, é algo natural, e como toda ação natural não há nada de místico ou milagroso.